Dois homens são presos com carro de aplicativo utilizado para entregar entorpecentes na cidade

Em investigação para apurar denúncias sobre tráfico de drogas em um bairro de Alta Floresta (803 km ao norte de Cuiabá), investigadores da Delegacia da Polícia Civil do município apreenderam diversas porções de diferentes entorpecentes, veículos e prenderam duas pessoas em flagrante, no fim da tarde desta sexta-feira (24.07).

Foram apreendidos diferentes tipos de drogas na casa e no veículo, como cocaína, pasta base, skunk (super maconha) e maconha

Após denúncias recebidas pela delegacia sobre um ponto de distribuição de drogas, a equipe de investigadores realizou monitoramento da residência no Setor D para identificar a pessoa responsável pela venda de drogas na cidade. Durante as diligências, os policiais avistaram um veículo, já conhecido pela equipe por ser utilizado na entrega de entorpecentes, saindo do prédio.

Os policiais ordenaram a parada do carro, onde estavam duas pessoas. Em buscas no veículo foram encontradas embaixo do banco duas porções médias de pasta base de cocaína. Ao ser questionado pela equipe, um dos suspeitos informou que havia duas balanças e outras porções de entorpecentes na residência, que fica em um prédio.

Os investigadores verificaram ainda que o motorista do veículo utilizado em aplicativo de corridas tinha acesso ao prédio, tanto que ficava com o controle do portão, e estava envolvido com as entregas de entorpecentes.  No apartamento foi encontrada, debaixo de uma pia, mais droga embalada em uma sacola.

AAAA2222

Além dos entorpecentes como cocaína, pasta base, skunk (super maconha) e maconha, também foi aprendida uma motocicleta Honda CB 300, veículo modelo GM Ônix, cartões bancários e dinheiro na casa.

Os dois rapazes, de 21 e 23 anos, foram encaminhados à unidade da Polícia Civil, onde foram autuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de drogas pelo delegado Pablo Carneiro. Após o registro do flagrante e autuação, ambos foram encaminhados para a cadeia de Alta Floresta.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *