Walter Arruda é eleito para mais um mandado de presidente da FEMAB

A FEMAB (federação mato-grossense das associações de moradores de bairro) realizou sua eleição neste domingo dia (8-12), na sua sede social no município de Cuiabá.

A eleição da FEMAB ocorreu com chapa única, e por aclamação, a Chapa “Femab somos nós, nossa força, nossa voz”, reelegeu Walter Arruda para mais um mandato de 4 anos frente a presidência da entidade. Esse será o quarto mandato de Walter arruda na presidência da FEMAB.

A eleição da FEMAB, contou com a presença de representantes de Uniões de associações de moradores de bairro de diversas cidades de Mato Grosso, na qual muitos de cidade do interior comporão a chapa de Walter Arruda.

Centenas de pessoas, entre elas representantes das oitenta e cinco uniões de associações de moradores de bairro de diversas cidades de Mato Grosso, filiado a FEMAB, participaram da assembleia geral para aclamar e da posse ao presidente Walter Arruda, que vem participando da entidade a mais de 36 anos como membro da diretoria e também como Presidente.

Lideranças políticas também foram no evento para prestigiar a nova gestão da FEMAB. O secretário-adjunto estadual de assuntos comunitários, Édio Martins, prestigiou toda a nova diretora da FEMAB, e disse na sua fala que a partir do próximo ano a secretaria de assuntos comunitários terá muitas ações e projetos para trabalhar com as associações de bairro de todo o estado com o apoio das Uniões e da FEMAB.

AAAA22222

 

O Presidente

AAAAA33333

Emocionado por estar sendo aclamado por mais um mandado de 4 anos frente a FEMAB, o Presidente Walter Arruda agradeceram a todos pela presença e confiança de ter dado mais essa oportunidade para ele no comando da entidade. Já como prioridade desse mandado Arruda visa fortalecer o movimento social, movimento comunitário em todo o estado de Mato Grosso. “O líder comunitário tem que ser valorizado, pois em muitas realidades o líder comunitário deixa de dedicar a sua própria família para dedicar aos moradores do seu bairro nas ações e mobilizações, de busca de melhorias para seus bairros, e isso tudo sem receber nenhum salário em troca”. “Então temos que buscar mecanismo de valorização que contemplem essas lideranças comunitárias no seu dia-dia”, conclui Walter Arruda.

Por Pedro Aguiar. Fotos: Pedro Aguiar

AAAA4444AAAA5555aaaa6666AAAA7777

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *